Mulher impedida de receber 10 mil euros em raspadinha

Devido a um rasgão na raspadinha, a Santa Casa da Misericórdia recusou pagar 10 mil a uma mulher de Guimarães. Uma vez que a raspadinha não cumpria os regulamentos impostos pela mesma, não foi possível levantar o prémio. A raspadinha já teria sido comprada em fevereiro passado, pela altura do dia dos namorados. Maria Freitas, de 57 anos e residente em Pinheiro, Guimarães, comprou cinco raspadinhas no centro de Guimarães. O seu intuito era raspar uma e dar as outras quatro ao marido. Contudo, nessa raspadinha que raspou, saíram-lhe cinco euros e pediu uma outra raspadinha.

No entanto, a mulher de 57 anos, levou a raspadinha para casa e quando ia raspar, apercebeu-se de um pequeno rasgo no canto superior esquerdo do talão. Tal sucedido, deveu-se ao facto de Maria ter colocado o talão bolsa. Acabou por raspar a raspadinha na mesma e viu que tinha um prémio de 10 mil euros. Sendo assim, dirigiu-se ao Departamento de Jogos da Santa Casa, onde lhe disseram que não podiam pagar o prémio devido ao talão encontrar-se naquele estado e que não cumpria o estipulado nos regulamentos.

Rasgão na raspadinha: Reclamação

Reclamou e recebeu a resposta do indeferimento, na semana passada. “Era mesmo uma coisinha de nada, fiquei com aquela expectativa. Agora é que recebi a informação”, lamenta Maria Freitas. O processo foi traumático para Maria: “Andei com muitas dores de cabeça, cheguei a dizer que me matava. É chato porque é uma deceção muito grande”.

 

Rasgão na Raspadinha: Mulher impedida de receber prémio

De acordo com Maria, todas as letras do talão estavam legíveis e o rasgão era pequeno, com cerca de três centímetros. Apesar disso, o valor do prémio não foi pago e o regulamento da Lotaria Instantânea, vulgo “raspadinha”, dá razão ao júri que rejeitou o pedido de Maria.

É que no artigo nove do regulamento diz que “não serão pagos” os bilhetes físicos “que não reúnam as condições”, nomeadamente as de serem legíveis, não estarem mutilados, não se encontrarem deteriorados ou defeituosos, não se encontrarem alterados, manterem intacta a zona de “não raspar” e manterem intacto o código de barras.

Sabias que podes jogar raspadinhas online?

Agora podes tentar a tua sorte nas raspadinhas, mas a jogar online, através do teu computador ou smartphone.

Tens disponivel uma diversa gama de raspadinhas, e o mais interessante é que no momento em que fazes o registo, recebes de imediato 7€, sem fazer qualquer depósito.

Contudo, para receberes esta oferta, apenas necessitas de fazer o registo, para isso clica na imergem ou AQUI. Assim serás direcionado automaticamente para o site e podes tentar a tua sorte de imediato.

Os levantamentos são muito simples e rápidos, sem complicações, podes usar, por exemplo transferência bancária.

Boa sorte e aproveita esta oferta.

Rasgão nas Raspadinhas: Perguntas Frequentes sobre as Raspadinhas

De que forma os prémios são pagos?

Prémios de valor igual ou inferior a €150 serão pagos em qualquer revendedor de raspadinhas, enquanto prémios de valor superior a €150 serão feitos por transferência bancária.

Quanto tempo demora a receber o prémio por transferência bancária?

Entre 2 a 3 dias.

Quais os documentos necessários para levantar os prémios superiores a 150€?

Irá necessitar de fornecer o IBAN, Cartão Cidadão e a raspadinha original.

Onde posso comprar as raspadinhas?

As raspadinhas estão a venda em todos os mediadores da Santa Casa da Misericórdia. Para além destes locais oficiais, podes também encontrar noutros locais, como por exemplo: tabacarias, papelarias, cafés ou até em bombas de combustíveis.

Tenho de pagar impostos para receber o prémio da raspadinha?

Depende do valor do prémio. Contudo, se no caso de ser premido até 5000 € está isento de imposto. No entanto, se for superior a 5000€ o imposto a cobrar é de 20%. Por exemplo, se o prémio for de 10 000€ vai receber 9 000€. Isto porque do valor total 5 000€ estão isentos, sendo só taxado 20% do restante prémio.

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado.