Cinco anos de prisão suspensa como prémio

Roubo de 250 Raspadinhas: Um homem de 29 anos furtou mais de 250 raspadinhas, no valor de cerca de 700 euros, em várias bombas de gasolina em Aveiro. Como prémio, saiu-lhe a prisão suspensa.

O Tribunal de Aveiro condenou a cinco anos de prisão, com pena suspensa, um homem por vários crimes de roubo e furto de raspadinhas. Estes acontecimento ocorreram no concelho de Águeda. No entanto, esta onda de crimes criaram um sentimento de insegurança entre a população.

O acórdão datado de 3 de fevereiro, refere que o arguido de 29 anos furtou mais de 250 raspadinhas, no valor de cerca de 700 euros, em várias bombas de gasolina.

O tribunal deu ainda como provado que o arguido furtou uma bolsa com 470 euros em dinheiro num café. Assaltou duas vezes a mesma residência, levando vários eletrodomésticos, peças de mobiliário e vestuário. Por fim, ainda roubou um telemóvel a um estudante na via pública.

Roubo de 250 Raspadinhas: Arguido continuou com os furtos

O arguido foi ainda condenado por ter roubado uma carteira com 110 euros a um homem que estava a levantar dinheiro numa caixa multibanco. No entanto, conseguiu fugir numa viatura conduzida por um cúmplice. Ainda, a cinco anos de prisão em cúmulo jurídico por um crime de roubo, seis de furto simples e dois de furto qualificado.

Apesar de já ter várias condenações por condução sem carta (cinco), condução perigosa, desobediência, furto e roubo, o coletivo de juízes decidiu suspender a pena. Por entender que ainda é possível fazer um juízo de prognose favorável quanto ao seu comportamento futuro.

Contudo, o coletivo de juízes determinou ainda a revogação da medida de coação de prisão domiciliária a que o arguido estava sujeito.

Roubo de 250 Raspadinhas: Como prémio saiu-lhe a prisão.

Portanto, o cúmplice foi condenado a um ano e nove meses de prisão com pena suspensa, por um crime de roubo.

Ambos os arguidos terão de manter a atividade laboral. O principal arguido terá ainda de efetuar controle da abstinência de consumo de drogas e eventual tratamento se necessário. Por outro lado, o cúmplice terá de sujeitar-se a eventual tratamento ao consumo excessivo de bebidas alcoólicas.

Sabias que podes jogar raspadinhas online?

Agora podes tentar a tua sorte nas raspadinhas, mas a jogar online, através do teu computador ou smartphone.

Tens disponivel uma diversa gama de raspadinhas, e o mais interessante é que no momento em que fazes o registo, recebes de imediato 7€, sem fazer qualquer depósito.

Contudo, para receberes esta oferta, apenas necessitas de fazer o registo, para isso clica na imergem ou AQUI. Assim serás direcionado automaticamente para o site e podes tentar a tua sorte de imediato.

Os levantamentos são muito simples e rápidos, sem complicações, podes usar, por exemplo transferência bancária.

Boa sorte e aproveita esta oferta.

Roubo de 250 Raspadinhas: Perguntas Frequentes sobre as Raspadinhas

De que forma os prémios são pagos?

Prémios de valor igual ou inferior a €150 serão pagos em qualquer revendedor de raspadinhas, enquanto prémios de valor superior a €150 serão feitos por transferência bancária.

Quanto tempo demora a receber o prémio por transferência bancária?

Entre 2 a 3 dias.

Quais os documentos necessários para levantar os prémios superiores a 150€?

Irá necessitar de fornecer o IBAN, Cartão Cidadão e a raspadinha original.

Onde posso comprar as raspadinhas?

As raspadinhas estão a venda em todos os mediadores da Santa Casa da Misericórdia. Para além destes locais oficiais, podes também encontrar noutros locais, como por exemplo: tabacarias, papelarias, cafés ou até em bombas de combustíveis.

Tenho de pagar impostos para receber o prémio da raspadinha?

Depende do valor do prémio. Contudo, se no caso de ser premido até 5000 € está isento de imposto. No entanto, se for superior a 5000€ o imposto a cobrar é de 20%. Por exemplo, se o prémio for de 10 000€ vai receber 9 000€. Isto porque do valor total 5 000€ estão isentos, sendo só taxado 20% do restante prémio.

Add a Comment

O seu endereço de email não será publicado.